PREVALÊNCIA DE INFECÇÃO DO TRATO URINÁRIO E PERFIL DE SENSIBILIDADE BACTERIANA AOS ANTIMICROBIANOS PRESCRITOS PARA GESTANTES DO HOSPITAL ESCOLA DE VALENÇA

  • Débora Comin
  • Gilberto Vasconcellos Amaral
  • Raimundo Nonato Dias Junior
  • Maria Aparecida Pereira
  • Érica de Almeida Barboza
  • Elisabeth Valente Carvalho
  • Filomena Aste Silveira

Resumo

Introdução: A ITU é a terceira ocorrência clínica mais comum durante a gestação, podendo estar associado a complicações maternas como a hipertensão/préeclâmpsia, corioamnionite e endometrite. Os profissionais responsáveis pelo prénatal enfrentam problemas diante do tratamento das ITUs, devido a restrita opção de antibióticos considerando a toxidade de algumas substâncias para o embrião. Objetivo- Os objetivos deste trabalho foram avaliar a prevalência de ITU em gestantes atendidas no Hospital Escola de Valença-RJ, identificar as bactérias causadoras da infecção, avaliar o perfil de sensibilidade das cepas aos antimicrobianos prescritos e avaliar a relação sociocultural das gestantes. Materiais e Métodos- O estudo contou com a participação de gestantes em acompanhamento pré-natal apresentando sintomatologia clínica compatível com infecção urinária em qualquer período gestacional. Foram analisados os resultados de urinocultura com antibiograma e aplicado um questionário sócio-cultural-clínico para evidenciar tratamentos pregressos de ITU e condições socioeconômicas desta população. Resultados- Nosso estudo demonstrou que, dentro do espectro bacteriano que pode causar ITU na gestante, Escherichia coli é o uropatógeno mais comum, responsável por aproximadamente 80% dos casos. A análise de sensibilidade bacteriana aos antibióticos confirma que a prescrição de antibioticoterapia empírica é segura e eficaz para o tratamento das ITUs nas gestantes. Conclusão: Este estudo dará ao médico subsídio para prescrever empiricamente com maior grau de certeza visando a eficácia do tratamento.

Biografia do Autor

Débora Comin

Discente do curso de graduação em Medicina - UniFAA

Gilberto Vasconcellos Amaral

Discente do curso de graduação em Medicina - UniFAA

Raimundo Nonato Dias Junior

Discente do curso de graduação em Medicina - UniFAA

Maria Aparecida Pereira

Discente do curso de graduação em Medicina - UniFAA

Érica de Almeida Barboza

Supervisora do artigo, e Preceptora do curso de Medicina – UniFAA

Elisabeth Valente Carvalho

Orientadora do artigo e Docente do curso de Medicina – UniFAA

Filomena Aste Silveira

Coorientadora do artigo e Docente do curso de Medicina - UniFAA

Publicado
2020-10-02
Como Citar
COMIN, Débora et al. PREVALÊNCIA DE INFECÇÃO DO TRATO URINÁRIO E PERFIL DE SENSIBILIDADE BACTERIANA AOS ANTIMICROBIANOS PRESCRITOS PARA GESTANTES DO HOSPITAL ESCOLA DE VALENÇA. Revista Saber Digital, [S.l.], v. 13, n. 1, p. 70-86, out. 2020. ISSN 1982-8373. Disponível em: <http://revistas.faa.edu.br/index.php/SaberDigital/article/view/860>. Acesso em: 27 out. 2020.
Seção
Medicina