INVISIBILIDADE SOCIAL: FATORES QUE INFLUENCIAM O INDIVÍDUO A PROCURAR O PRONTO SOCORRO, IGNORANDO A ATENÇÃO PRIMÁRIA

  • Andreas Muller Neto
  • Juliana Giesta
  • Leandro Raider dos Santos

Resumo

Introdução: A invisibilidade social pode ser caracterizada como uma teoria na qual pessoas que possuem trabalhos não valorizados pela sociedade são vistas como invisíveis na sociedade, e não como indivíduos. Relacionando este tema com a Saúde no Brasil, percebe-se que diversos pacientes veem a Atenção Primária e seus trabalhadores como incapazes de resolver problemas e em muitos casos levando a invisibilidade social para o meio da saúde. Objetivo: Os objetivos deste trabalho foram de perceber por parte dos entrevistados a utilização do Pronto Socorro ao invés da Unidade Básica de Saúde de referência, além de identificar quais são esses os fatores que levam os usuários a procurar o Pronto atendimento, ignorando a Atenção primária e observando assim os fatores modificáveis quanto a melhoria no atendimento e a orientação de seus usuários. Materiais e Métodos: Trata- se de um estudo descritivo exploratório de abordagem quantitativa. O estudo foi realizado no Pronto Socorro do Hospital Escola Luiz Gioseffi Jannuzzi (HELGJ), onde foi utilizado um formulário para a coleta de dados, preenchido pelos próprios pacientes. Não houve número de entrevistas pré estabelecido, tendo como objetivo alcançar o maior número de pacientes possível. Resultados: O estudo demonstrou que, dos entrevistados, 46,6% alegou que o atendimento no Pronto Socorro é melhor ou mais rápido que na Unidade Básica de Saúde. Esses resultados comprovam que pacientes vão ao pronto-socorro por acreditar que a Unidade básica de Saúde e de modo geral, a Atenção Primária, não são capazes de resolver os problemas destes. Conclusão: Concluímos que tanto
os trabalhadores como a própria Atenção primária são vistos como “Invisível Social” no cenário de saúde pública.

Biografia do Autor

Andreas Muller Neto

Discente do curso de Medicina do Centro Universitário de Valença – UNIFAA

Juliana Giesta

Discente do curso de Medicina do Centro Universitário de Valença – UNIFAA

Leandro Raider dos Santos

Docente do curso de Medicina do Centro Universitário de Valença - UNIFAA

Publicado
2020-12-28
Como Citar
NETO, Andreas Muller; GIESTA, Juliana; DOS SANTOS, Leandro Raider. INVISIBILIDADE SOCIAL: FATORES QUE INFLUENCIAM O INDIVÍDUO A PROCURAR O PRONTO SOCORRO, IGNORANDO A ATENÇÃO PRIMÁRIA. Revista Saber Digital, [S.l.], v. 13, n. 2, p. 77-87, dez. 2020. ISSN 1982-8373. Disponível em: <http://revistas.faa.edu.br/index.php/SaberDigital/article/view/901>. Acesso em: 20 jan. 2021.
Seção
Medicina