ANÁLISE DOS CASOS NOTIFICADOS DE SÍFILIS CONGÊNITA NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO NO PERÍODO DE 2010 A 2019

  • Mariana de Castro Villela
  • Lya Moore Marques
  • Amanda Carvalho Ferreira de Souza
  • Lays Moore Marques
  • Gabriela de Azevedo Rosestolato Soares
  • Felipe Rodrigues Maia

Resumo

Introdução: A sífilis congênita é uma doença infecciosa evitável de abrangência mundial, resultante da contaminação do feto pelo Treponema pallidum. Apresenta um potencial para acarretar complicações sistêmicas podendo ser classificada como sífilis congênita precoce/recente, ou tardia. É uma doença que pode ser prevenível através da assistência pré-natal adequada, orientações às gestantes, rastreio infeccioso e o tratamento adequado da gestante e de seu parceiro. Objetivo: Descrever a ocorrência e o perfil dos casos notificados de sífilis congênita no estado do Rio de Janeiro, Brasil, no período de 2010 a 2019. Materiais e Métodos: Estudo descritivo, com dados do Sistema de Informação de Agravos de Notificação (Sinan). Resultados: O período
analisado apresentou um total de 28719 casos, sendo que a maior parte das gestantes realizou pré-natal, porém com um tratamento inadequado ou não realizado, assim como na maioria dos casos não houve o tratamento do parceiro. A maior parcela dos diagnósticos foi classificada como sífilis congênita recente, ressalta-se também um alto número de aborto e natimortos relacionados sífilis, além do óbito de crianças menores de um ano. Conclusão: Conclui-se que o pré-natal não está ocorrendo de maneira adequada, uma vez que apesar de ser feito o diagnóstico oportuno da infecção materna, essa gestante não é tratada ou é tratada de forma inadequada, proporcionando a infecção do feto e suas consequências.

Biografia do Autor

Mariana de Castro Villela

Graduanda do décimo segundo período do curso de Medicina no Centro Universitário de Valença - UNIFAA

Lya Moore Marques

Graduanda do décimo segundo período do curso de Medicina no Centro Universitário de Valença - UNIFAA

Amanda Carvalho Ferreira de Souza

Graduanda do décimo período do curso de Medicina no Centro Universitário de Volta Redonda-UNIFOA

Lays Moore Marques

Graduanda do sétimo período do curso de Medicina no Centro Universitário de Valença - UNIFAA

Gabriela de Azevedo Rosestolato Soares

Graduanda do oitavo período do curso de Medicina no Centro Universitário de Volta Redonda-UNIFOA

Felipe Rodrigues Maia

Médico Intensivista do Hospital Escola de Valença, Docente do curso de medicina do Centro Universitário de Valença - UNIFAA

Publicado
2020-12-28
Como Citar
VILLELA, Mariana de Castro et al. ANÁLISE DOS CASOS NOTIFICADOS DE SÍFILIS CONGÊNITA NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO NO PERÍODO DE 2010 A 2019. Revista Saber Digital, [S.l.], v. 13, n. 2, p. 122- 131, dez. 2020. ISSN 1982-8373. Disponível em: <http://revistas.faa.edu.br/index.php/SaberDigital/article/view/905>. Acesso em: 20 jan. 2021.
Seção
Medicina