AVALIAÇÃO DOS REGISTROS DE PRÉ-NATAL DE BAIXO RISCO NA ATENÇÃO BÁSICA DE UM MUNICÍPIO DO RIO DE JANEIRO

  • Layra da Silva Passareli Campanati
  • Paula Fazolato Fernandes
  • Luisa Gaede Nogueira
  • Marcela de Oliveira

Resumo

Introdução: O pré-natal de qualidade assegura o desenvolvimento saudável da gestação e do parto, promovendo atividades educativas e preventivas. Objetivo: Avaliar os registros de pré-natal realizados nas equipes de ESF em uma cidade do interior do estado do Rio de Janeiro. Material e Métodos: Foram analisados prontuários e cartões de gestantes por meio de ficha específica elaborada pelas autoras. As gestantes elegíveis foram aquelas inscritas no programa de pré-natal de seis Estratégias de Saúde da Família no período de janeiro a dezembro de 2017. Os dados foram tabulados e analisados no Spss statistics 23. Resultados: Dos 60 prontuários analisados 35% registravam o número mínimo de consultas. Dentre as gestantes que iniciaram o pré-natal no 1º trimestre 29,72% realizaram no mínimo duas consultas; no 2º trimestre esse percentual foi de 53,65% e de 72,41% para as gestantes acompanhadas no 3º trimestre. Em 13% dos prontuários analisados faltavam os registros dos profissionais de saúde. Quanto às ações mínimas, DUM,
DPP e suplementação constavam em cerca de 70% dos prontuários e a história clínica em 68%, sendo a pesquisa de vacina a ação mais falha. A solicitação de exames complementares de primeiro e terceiro trimestres foi incompleta em 27% e 23% dos prontuários, respectivamente. Conclusão: Os registros sobre a assistência ao pré-natal de baixo risco ainda são realizados de forma inadequada ou incompleta.

Biografia do Autor

Layra da Silva Passareli Campanati

Acadêmica do curso de Medicina do Centro Universitário de Valença - UNIFAA

Paula Fazolato Fernandes

Acadêmica do curso de Medicina do Centro Universitário de Valença - UNIFAA

Luisa Gaede Nogueira

Acadêmica do curso de Medicina do Centro Universitário de Valença - UNIFAA

Marcela de Oliveira

Docente do curso de Medicina do Centro Universitário de Valença – UNIFAA

Publicado
2020-12-28
Como Citar
PASSARELI CAMPANATI, Layra da Silva et al. AVALIAÇÃO DOS REGISTROS DE PRÉ-NATAL DE BAIXO RISCO NA ATENÇÃO BÁSICA DE UM MUNICÍPIO DO RIO DE JANEIRO. Revista Saber Digital, [S.l.], v. 13, n. 2, p. 15-31, dez. 2020. ISSN 1982-8373. Disponível em: <https://revistas.faa.edu.br/index.php/SaberDigital/article/view/895>. Acesso em: 17 maio 2021.
Seção
Medicina