Normas de Publicação

 

Introdução

Este documento tem como objetivo descrever as normas de publicação para a revista eletrônica do UNIFAA: Saber Digital (www.faa.edu.br/revista/saberdigital).

A Revista Saber Digital a partir do v. 15 n. 2 de 2022, passou a adotar o sistema de publicação contínua, no qual os artigos são publicados à medida que são aprovados. As publicações acontecem continuamente durante a vigência do número em aberto.

Como parte das ações de valorização da integridade acadêmica e prevenção do plágio, a Revista Saber Digital adota o serviço de identificador de similaridade de texto utilizando como base o site PLAGIUM

1. Categorias do artigo

Os autores deverão optar por uma das seções da revista para submissão de seus artigos.

1.1 Artigos originais

São os artigos resultantes de pesquisas científicas. Devem apresentar dados originais empíricos ou teóricos, dotados de metodologia qualitativa e/ou quantitativa, que produzam informações sobre determinados grupos em relação ao movimento humano em suas diferentes vertentes. Sua composição deverá conter as seguintes partes: título, resumo estruturado e com palavras-chave, título e resumo com palavras-chave em língua estrangeira (inglês, francês ou espanhol), introdução, materiais e métodos, resultados, discussão, conclusão, agradecimentos (opcional), declaração de conflitos de interesse, suporte financeiro e referências. O número de palavras não poderá exceder a 3500 (não entram na contagem: Resumo, Abstract e Referências). 

1.2 Relatos de experiência

Nesta modalidade os autores deverão descrever uma ou mais experiências relativas ao ensino, empreendedorismo e/ou extensão universitária, que contemplem o movimento humano. O desenvolvimento dos relatos precisa ser pautado em evidências metodologicamente adequadas para refletir seus resultados. Sua composição deverá conter as seguintes partes: título, resumo estruturado e com palavras-chave, título e resumo com palavras-chave em língua estrangeira (inglês, francês ou espanhol), introdução, material e métodos, resultados, discussão, conclusão, agradecimentos (opcional), declaração de conflitos de interesse, suporte financeiro e referências. O número de palavras não poderá exceder a 3500 (não entram na contagem Resumo, Abstract, Referências, Tabelas e Figuras).

1.3 Estudo de caso

Caracterizam-se pela apresentação de notas prévias de pesquisa ou relatos de caso, devendo estar amparada em referencial teórico que dê subsídios a sua análise. Sua composição deverá conter as seguintes partes: título, resumo estruturado e com palavras-chave, título e resumo com palavras-chave em língua estrangeira   (inglês, francês ou espanhol),   introdução,   relato de caso, discussão, conclusão, agradecimentos (opcional), declaração de conflitos de interesse, suporte financeiro e referências. O número de palavras não poderá exceder a 2500(não entram na contagem Resumo, Abstract, Referências, Tabelas e Figuras).

1.4 Artigo de Revisão

Um artigo de revisão deve conter uma análise sintética e crítica de uma área relevante e SERÁ PUBLICADA APENAS A CONVITE DOS EDITORES. Sua composição deverá conter as seguintes partes: Título, resumo não estruturado e com palavras-chave, título e resumo com palavras-chave em língua estrangeira (inglês, francês ou espanhol), texto principal (títulos e subtítulos do texto principal ficam a cargo dos autores), agradecimentos (opcional), declaração de conflitos de interesse, suporte financeiro e referências. O número de palavras não poderá exceder a 5000 (não entram na contagem Resumo, Abstract, Referências, Tabelas e Figuras). 

2. Estrutura do texto

2.1 Introdução 

Deve ser curta e objetiva, relatando o contexto e a justificativa do estudo. O objetivo do trabalho desenvolvido deve estar explícito no final desta parte. Não devem ser mencionados resultados ou conclusões do estudo que está sendo apresentado.

2.2 Materiais e métodos

Em Materiais e Métodos os autores explicam claramente quais e como os procedimentos foram realizados, de forma que outros pesquisadores possam reproduzir o estudo.

Qual foi a amostra avaliada, local de estudo, métodos de avaliação e processamento de dados, etc. Deve ser incluída a devida referência para métodos e técnicas publicados mas não amplamente conhecidos, quando for o caso. Métodos novos ou modificados devem ser descritos, justificando as razões para seu uso. 

2.3 Resultados

Devem ser apresentados em sequência lógica de acontecimentos. Nesta seção os autores podem utilizar figuras, tabelas e gráficos para melhor entendimento, mas não devem repetir os dados no texto.

2.4 Discussão 

Importantes aspectos a partir dos resultados obtidos com o estudo devem ser interpretados à luz da literatura científica. As limitações encontradas bem como implicações futuras devem ser esclarecidas.

2.5 Conclusão

Nesta seção o autor finaliza seu trabalho elucidando o que ficou concluído a partir daquele que era o objetivo inicial. Atenção: não confundir com “resultados”. Aqui cabe a conclusão final, o que pode se concluir sobre o estudo realizado. Recomendações podem ser incluídas, quando relevantes.

2.6 Agradecimentos (opcional)

Quando pertinente, pode-se utilizar desta seção para agradecimento/reconhecimento à pessoas que tenham contribuído, mas que não participaram como coautores. Os autores devem enviar à Saber Digital uma declaração assinada, pelas pessoas ou instituições que receberem agradecimentos nominais, contendo a permissão de publicação do agradecimento.

2.7 Declaração de conflitos de interesses

Todos os autores devem divulgar quaisquer relacionamentos financeiros e pessoais com outras pessoas ou organizações que possam influenciar seu trabalho. Caso não haja, os autores devem declarar não haver o conflito de interesses.

2.8 Suporte financeiro

Caso o trabalho tenha recebido algum tipo de financiamento, você deve identificar quem forneceu apoio financeiro para a condução da pesquisa e/ou preparação
do artigo e a descrever brevemente o papel do(s) patrocinador(es), se houver, no desenho do estudo. Caso não haja, os autores devem declarar que o financiamento da pesquisa foi realizado pelos próprios pesquisadores envolvidos.

2.9 Referências

Para apresentação das referências seguir a norma da ABNT NBR 6023:2018. Todas as referências deverão constar em apenas uma lista, em ordem alfabética e não numeradas. Não utilizar uma lista separada para referência de material obtido em sites.

3. Apresentação geral

3.1 Tamanho do papel e margens

Papel branco no formato A4 Margem superior - 3,0 cm Margem esquerda - 3,0 cm Margem direita - 2,0 cm

Margem inferior - 2,0 cm.

3.2 Tipo e tamanho da fonte

Deve ser utilizada a fonte Arial no tamanho de letra 12, exceto em citações diretas longas (com mais de três linhas), nota de rodapé, paginação e legenda; para estas é utilizado tamanho 10. O texto deve ser justificado e com parágrafos de 1,25 cm.

3.3 Espaço entre linhas

No corpo do texto utiliza-se espaço 1,5 entre linhas. Existindo algumas exceções:

  • Quando é feita uma citação direta longa (com mais de três linhas), utiliza-se espaço simples entre linhas e fonte tamanho 10;
  • Nas notas de rodapé também o espaço entre linhas é simples e fonte tamanho 10;
  • Nas referências, utiliza-se espaço simples, separadas entre si por um  espaço simples.

 3.4 Título do artigo, autores e afiliações

  • Título do artigo deve apresentar no máximo 25 palavras;
  • Nome dos autores conforme a ordem de autoria deve vir logo abaixo do título, separado por um espaço 1,5 entre linhas, por extenso e com número de identificação sobrescrito para indicação de afiliação;
  • Os artigos devem ter no máximo 8 (oito) autores quando artigo original ou de revisão; e no máximo 5 (cinco) quando estudo de caso ou relato de experiência;
  • A afiliação dos autores deverá ser colocada no final dessa primeira página em fonte Arial tamanho 10.

 3.5 Indicativos de Seção

  • O indicativo de uma seção é representado por seu título (Ex. Introdução) em negrito, alinhamento centralizado e separados do texto por um espaço entre as linhas de 1,5.
  • Não devem ser utilizados numeração, ponto, hífen, travessão ou qualquer sinal no indicativo de seção.

3.6 Resumo e palavras-chaves

Constituído de uma sequência de frases concisas e objetivas e não de uma simples enumeração de tópicos. Deve apresentar espaçamento simples, conter de 100 a 250 palavras, seguido logo abaixo das palavras-chave (máximo cinco). Deve conter a palavra Resumo em negrito e centralizado.

Os resumos de artigos originais devem ser apresentados no formato estruturado, com os seguintes itens em formato de um só parágrafo com cabeçalhos em negrito dentro do texto. Objetivo– (objetivos do estudo baseado em referências fundamentais). Materiais e Métodos– (descrição do objeto do trabalho tais como, pacientes, animais, plantas etc. e a metodologia empregada). Resultados– (ordem lógica sem interpretação do autor). Conclusões – (vincular as conclusões ao objetivo do estudo).

Para outras categorias de artigos o formato deve ser mantido, apenas alterando as seções de acordo com o tipo de artigo, se é relato de caso, por exemplo.

  • Palavras-chave são palavras representativas do conteúdo do trabalho, separadas entre si por ponto-e-vírgula ( ; ) e finalizadas por ponto. Devem aparecer logo abaixo do resumo, sem espaço e antecedidas da expressão “Palavras-chave:”. Não devem ser repetidas palavras do título!
  • Artigos da área da saúde deverão adotar o DECS (Descritores em Ciências da Saúde) para a inclusão de suas palavras-chaves;
  • Após “Resumo” e “Palavras-chave”, deverá ser inserido o resumo em língua estrangeira, seguindo-se a mesma formatação;
  • Resumo em língua estrangeira e palavras-chave poderão ser em inglês (Abstract/Keywords), espanhol (Resumen/Palabras claves) ou francês (Resume/Mots-cles).

3.7 Figuras e Quadros

Os locais sugeridos para inserção de figuras e quadros deverão ser indicados no texto.

Devem ser dispostas da seguinte maneira:

  • tem numeração independente e consecutiva;
  • máximo de 5 ilustrações ou quadros;
  • título deverá ser colocado em sua parte superior precedido da palavra que a designe (figura, desenho, esquema, fluxograma, entre outros) e de seu número de ordem em algarismos arábicos;
  • a numeração deve ser separada do título por um hífen (Ex. Figura 1- )
  • as fontes e eventuais notas aparecem em seu rodapé, após o fechamento, utilizando-se o tamanho 10;
  • devem ser inseridas o mais próximo possível do trecho a que se referem.

3.8 Tabelas

As tabelas são elementos demonstrativos de síntese que apresentam informações tratadas estatisticamente constituindo uma unidade autônoma. Em sua apresentação, deve ser observado que:

  • têm numeração independente e consecutiva;
  • máximo de 5 tabelas;
  • título deverá ser colocado na parte superior, precedido da palavra Tabela e de seu número de ordem em algarismos arábicos;
  • a numeração deve ser separada do título por um hífen (Ex. Tabela 1- );
  • as fontes e eventuais notas aparecem em seu rodapé, após o fechamento, utilizando-se o tamanho 10 devem ser inseridas o mais próximo possível do trecho a que se referem. 

4. Citações

Estão relacionados os principais padrões para apresentação de citações em textos, pelo sistema autor-data, com base na norma técnica ABNT NBR 10520:2002.

As citações podem ser diretas (trecho copiado de outro autor), ou indiretas (baseado em um conteúdo de outro autor).

 4.1 Citações diretas

4.1.1 Citação direta com até 3 linhas

Deverão estar inseridas dentro do texto.

Exemplos:

Conforme Sommerville (2003, p. 84), os requisitos não funcionais “são aqueles que não dizem respeito diretamente às funções específicas fornecidas pelo sistema”.

OU

Os requisitos não funcionais “são aqueles que não dizem respeito diretamente às funções específicas fornecidas pelo sistema” (SOMMERVILLE, 2003, p.84).

4.1.2 Citação direta com mais de 3 linhas

Superior a três linhas devem vir destacadas, em espaço simples, recuo na margem esquerda de 4 cm, tamanho da letra 10 e sem aspas.

Exemplo:

É direito do defensor, no interesse do representado, ter acesso amplo aos elementos de prova que, já documentados em procedimento investigatório realizado por órgão com competência de polícia judiciária, digam respeito ao exercício do direito de defesa (PRESSMAN, 2002, p. 250).

4.2 Citações indiretas

Para as citações indiretas, que são aquelas que são baseadas na obra de determinado autor, indica-se o último sobrenome do autor, seguido do ano de publicação. Se o autor for inserido no contexto, deve-se escrever com caixa baixa, caso contrário em caixa alta e entre parênteses.

Exemplos:

Segundo Diaz (2011) o conhecimento sobre a aprendizagem e suas alterações, assim como seu diagnóstico e tratamento, compromete uma fonte multidisciplinar ampla.

O conhecimento sobre a aprendizagem e suas alterações, assim como seu diagnóstico e tratamento, compromete uma fonte multidisciplinar ampla (DIAZ , 2011).

 OBSERVAÇÕES:

  • Quando a obra citada apresenta dois autores: Carvalho e Pereira (2002) ou (CARVALHO; PEREIRA, 2002)
  • Quando três autores: Oliveira, Salles e Ribeiro (2010) ou (OLIVEIRA; SALLES; RIBEIRO, 2010)
  • Quando mais de três autores: Fonseca et (2013) ou (FONSECA et al., 2013)
  • Quando houver coincidência de abreviatura de nomes de autores distintos, deve-se acrescentar o prenome do mesmo na chamada.

(SOUZA, B., 2005) → (SOUZA, Bruno, 2005)

(SOUZA, B., 2005) → (SOUZA, Bruna, 2005).

5. Referências

Para apresentação das referências seguir a norma da ABNT NBR 6023:2018. Todas as referências deverão ser elaboradas em espaço simples, alinhadas à margem esquerda do texto e separadas entre si por uma linha em branco de espaço simples; deverão constar em apenas uma lista, em ordem alfabética e não numeradas. Utilizar no máximo 30 referências para artigos originais, estudos de caso ou relatos de experiência. Para artigos de revisão, à convite dos editors, o número de referências é ilimitado. Não utilizar uma lista separada para referência de material obtido em sites!

5.1 Autor pessoal (pesquisador e não uma entidade)

Indica(m)-se o(s) autor (es), pelo último sobrenome, em maiúsculas, seguido das iniciais do prenome(s) e outros sobrenomes, abreviados ou não. Recomenda-se o mesmo padrão para toda a lista de referência. Os nomes devem ser separados por ponto-e-vírgula, seguido de espaço. Quando existirem mais de três autores, indica-se apenas o primeiro, acrescentando-se a expressão et al.

Exemplos:

CIRNE, F.; OLIVEIRA, I. P.; SALLES, A. Uma questão para a educação. Revista Brasileira de Educação, v. 10, n. 11, p. 9-32, 2011.

FAZZIO, L. E. et al. Concentração de cobre no córtex renal na intoxicação aguda de cobre em bezerros. Pesquisa Veterinária Brasileira, v. 32, n. 1, p. 1-4, 2012.

5.2 Autor entidade

As obras de responsabilidade de entidade (órgãos governamentais, empresas, associações, etc) têm entrada pelo seu próprio nome, por extenso.

Exemplos:

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO. Catálogo de teses da Universidade de São Paulo.

São Paulo: Edusp, 1995. 467p.

BRASIL. Ministério da Educação e do Desporto. Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros Curriculares Nacionais para o Ensino Fundamental. Brasília, 1998.

5.3 Autoria desconhecida

Em caso de autoria desconhecida a entrada é feita pelo título. O termo anônimo não deve ser usado em substituição do autor desconhecido. A primeira palavra, com exclusão de artigos (definidos ou indefinidos) e palavras monossilábicas do título deverão ser apresentadas em caixa alta.

Exemplo: DIAGNÓSTICO ambiental de uma área de manguezal próxima ao rio Juqueriquerê. São Paulo: Câmara Técnica. 1999. 56p.

5.4 Título e subtítulo do trabalho 

O título (com negrito) e o subtítulo (se houver, sem negrito) devem ser reproduzidos tal como figuram no documento, separados por dois pontos. 

Exemplo: NUNES, R. A. Ecotoxicologia: o estado da arte no Brasil. Rio de Janeiro: Loyola, 1990. 143p.

5.5 Artigo e/ou matéria de revista, boletim, etc

Inclui partes de publicações periódicas (volumes, fascículos, números especiais e suplementos, com título próprio), comunicações, editorial, entrevistas, recensões, reportagens, resenhas e outros. Os elementos essenciais são: autor(es); título do artigo ou matéria; nome da revista; local da publicação; volume; número; paginação inicial e final e ano de publicação. Apresentar a identificação do volume e número com as abreviações v. e n., respectivamente. Quando existirem mais de três autores, indica-se apenas o primeiro, acrescentando-se a expressão et al.

Exemplos:   GURGEL,   C.    Reforma   do   Estado   e   Segurança   pública.                                                              Política e Administração, Rio de Janeiro, v. 3, n. 2, p. 15-21, 1997.

FARIA, E. J. C.; PINA, A.; FREITAS, F. M. C. O mito do desporto é saúde. Revista Brasileira de Ciências do Esporte, Campinas, v. 11, n. 1, p. 79-80, 1989.

5.6 Livro

Inclui a utilização de um livro como um todo durante o processo de pesquisa. Os elementos essenciais são: autor(es), título do livro , edição, local e editor, ano   de   publicação e número de páginas. Quando existirem mais de três autores, indica-se apenas o primeiro, acrescentando-se a expressão et al.

Exemplos: JUNQUEIRA, L. C.; CARNEIRO, J. Histologia Básica. 8. ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 1995. p. 355-366.

5.7 Parte de livro

Inclui capítulo, volume, fragmento e outras partes de uma obra, com autor(es) e/ou título próprios. Os elementos essenciais são: autor(es), título da parte, seguidos da expressão "In", e da referência completa do livro no todo. Deve-se informar a paginação ou outra forma de individualizar a parte referenciada. Quando existirem mais de três autores, indica- se apenas o primeiro, acrescentando-se a expressão et al.

 Exemplo: ROMANO, G. Imagens da juventude na área moderna. In: LEVI, G.; SCHMIDT,

  1. (Org.). História dos Jovens. São Paulo: Companhia das Letras, p. 7-16. 1996.

5.8 Edição

Quando houver uma indicação de edição, esta deve ser transcrita, utilizando-se abreviaturas dos numerais ordinais e da palavra edição, ambas na forma adotada na língua do documento. Não há necessidade de especificação caso a obra referenciada esteja em sua primeira edição.

Exemplo: SCHAUM, D. Schaum's outline of theory and problems. 5 th ed. New York : Schaum Publishing, 1956. 204 p.

5.9 Data

A data de publicação deve ser indicada em algarismos arábicos, no final da referência. Podem ainda ser indicados os meses ou divisões do ano (abreviados). Se nenhuma data de publicação, distribuição, impressão, etc, puder ser determinada, registra-se uma data aproximada entre colchetes.

Exemplo: [1971 ou 1972]; [1971?]; [197-]; [19-].

5.10 Monografia consultada em meio eletrônico

A URL da página consultada deverá ser apresentada precedida da expressão “Disponível em:”. A data de acesso também deverá ser registrada, sempre registrar o mês em sua forma abreviada (que são as três primeiras letras de cada mês, exceto o mês de maio).

Exemplo: CESAR, A. Metodologia de trabalho científico. 2. ed. Santos: UNISANTA, 2002. 159p. Disponível em: http://unisanta.br/professor/tcc/. Acesso em: 10 jan. 2003.

5.11 Publicação periódica consultada em meio eletrônico

Seguem os mesmos padrões indicados para artigo ou matéria de revista acrescida das informações relativas à descrição física do meio eletrônico (CD-ROM, endereço eletrônico, etc).

Exemplo: CESAR, A. Sensitivity of Mediterranean amphipods and sea urchins to reference toxicants. Ciências Marinas, México, v. 28, n. 4, p. 407-417, 2002. Disponível em:

http://redalyc.uaemex.mx/redalyc/pdf/480/48028408.pdf. Acesso em: 05 dez. 2003.

5.12 Artigo e/ou matéria de jornal

Inclui comunicações, editoriais, entrevistas, reportagens, resenhas e outros. Os elementos essenciais são: autor(es); título do artigo ou matéria; título do jornal; local da publicação; data da publicação; seção, caderno ou parte do jornal, paginação correspondente.

Exemplo: NAVES, P. Lagos Andinos dão banho de beleza. Folha de São Paulo. São Paulo, 28 jun. 1999. Folha Turismo, Caderno 8, p. 13.

5.13 Trabalho apresentado em evento

Elementos essenciais: autor(es); título do trabalho apresentado, seguido da expr essão In:; nome do evento em caixa alta; numeração do evento (se houver), ano e local (cidade) da realização; título do documento (anais, atas, etc), local, editora, data da publicação e página inicial e final da parte referenciada. Quando existirem mais de três autores, indica-se apenas o primeiro, acrescentando-se a expressão et al.

Exemplo: DELLA FONTE, S. S.; LOUREIRO, R. A ideologia da saúde e a Educação Física. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE CIÊNCIAS DO ESPORTE, n. 10., 1997,

Goiânia. Anais [...] Goiânia: Colégio Brasileiro de Ciências do Esporte, 1997. p. 126-132.  

5.14 Documento Jurídico (Legislação)

Compreende a Constituição, as emendas constitucionais e os textos legais infraconstitucionais (lei complementar, medida provisória, etc) e normas emanadas das entidades públicas e privadas (atos normativos, portaria, resolução, comunicado, etc) Nota: No caso de Constituições, entre o nome da jurisdição e o título, acrescenta-se a palavra Constituição seguida do ano da promulgação entre parênteses. Os elementos essenciais são: Jurisdição; título; numeração; data e dados da publicação.

Exemplos: SÃO PAULO (Estado). Decreto nº 42.822, de 20 de janeiro de 1998. Lex: coletânea de legislação e jurisprudência, São Paulo, v. 62, n. 3. p. 217 - 220, 1998.

BRASIL. Constituição (1988). Emenda constitucional nº 9, de 9 de novembro de 1995.

Lex: legislação federal e marginália, São Paulo, v. 59, p. 1966, out./dez. 1995.

BRASIL. Lei Nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Lex: Leis de Diretrizes e Bases da educação Brasileira (LDB), Brasília, DF, 1996.

5.15 Documento de acesso exclusivo em meio eletrônico

Incluem base de dados, listas de discussão, sites, arquivos em disco rígido, programas, etc. Elementos essenciais: autor, título da informação ou serviço ou produto, versão ou edição
(se houver), local, data e descrição física do meio eletrônico. Quando necessário, acrescentam-se elementos complementares à referência para melhor identificar o documento.

Exemplo: UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ. Aves do Paraná: banco de dados. Disponível em: http://www.bdt.org/bdt/avifauna/aves. Acesso em: 30 maio de 2002.

6. Condições para submissão/ checklist 

Como parte do processo de submissão, os autores devem verificar a conformidade da submissão em relação a todos os itens listados a seguir. As submissões que não estiverem de acordo com as normas serão devolvidas aos autores.

Baixe o Passo a passo para submissão de artigo em: http://revistas.faa.edu.br/index.php/SaberDigital/about/submissions 

  • O artigo submetido se enquadra nas Normas de Publicação e atende a um dos seguintes formatos: Artigo Original; Relato de Caso; Relato de Experiência ou Artigo de Revisão;
  • O artigo é original e inédito, e não está sendo avaliado para publicação em outra revista. Salvo a exceção de ser um preprint publicado na “Scielo Preprints”. Neste caso, o autor deverá informar ao editor em "Comentários ao editor" o fato do artigo já estar publicado nesta categoria. Somente serão aceitos os preprints publicados na base Scielo Preprints;
  • Os trabalhos deverão ser submetidos no site da Revista Saber Digital (http://revistas.faa.edu.br/index.php/SaberDigital/about/submissions), em dois arquivos para apreciação em formato eletrônico (editor de texto compatível com Word for Windows): um texto do artigo com identificação e outro sem identificação do(s) autor(es) proponente(s);
  • O formato deve obedecer ao tamanho A4, espaçamento entre linhas 1,5 e fonte Arial tamanho 12, com 3cm de margens superior e esquerda; e 2cm de margens inferior e direita;
  • As linhas deverão ser numeradas do ínicio ao término do documento em numeração contínua;
  • Título deve apresentar no máximo 25 palavras;
  • O trabalho deve apresentar título em português, resumo (com mínimo de 100 e máximo de 250 palavras) e palavras-chave (máx. 5), bem como em língua estrangeira (inglês, espanhol ou francês);
  • As citações e referências devem estar no sistema autor-data e não numérico; e quando existirem mais de três autores, indica-se apenas o primeiro, acrescentando-se a expressão et al.
  • O trabalho deve apresentar no máximo 5 figuras/quadros e 5 tabelas;
  • Os autores devem anexar no ato de submissão a carta de apresentação do manuscrito (disponível no site) declarando que o trabalho não foi submetido, em parte ou no seu todo, à análise para publicação em outra revista; e se aprovado deverão enviar para o e-mail unifaa@faa.edu.br a declaração de transferência de direitos autorais (disponível no site);

OBS: Se os autores têm artigos publicados na linha de pesquisa do manuscrito deve-se mencionar até três desses, na carta de apresentação.

  • Trabalhos aprovados e não publicados poderão compor um banco de artigos para publicação em editais subsequentes, sendo o autor correspondente notificado;
  • Os trabalhos que forem assinados por alunos de graduação deverão ter, obrigatoriamente, um professor como coautor; ou coautor(a) com grau de mestre(a) ou doutor(a);
  • Os artigos serão avaliados por pareceristas da área de conhecimento da pesquisa, de instituições de ensino e/ou pesquisa O processo de avaliação detalhado se encontra no site;
  • O tempo da submissão à decisão editorial de aceite ou recusa do artigo é de até no máximo 3 meses. Uma vez aceito, o tempo da submissão à publicação é de até no máximo 6 meses;
  • Caso o artigo submetido seja aprovado, pequenas alterações no texto poderão ser feitas pelo Conselho Editorial da Revista; quando forem necessárias modificações substanciais, o(s) autor(es) será(ão) notificado(s) e encarregado(s) de fazê-las, devolvendo o trabalho reformulado no prazo máximo de 10 (dez) dias corridos. Se as modificações substanciais solicitadas não forem atendidas, o trabalho não será Os dados, ideias, opiniões e conceitos emitidos nos trabalhos, bem como a exatidão das referências, são de inteira responsabilidade do(s) autor(es);
  • Para a prova do artigo totalmente diagramado solicita-se um prazo de 5 dias para aprovação e consentimento da publicação pelo autor de correspondência;
  • Notas de rodapé deverão ser utilizadas apenas em situações indispensáveis ou em caráter explicativo;
  • As figuras e tabelas deverão ser inseridas no texto, não no final do documento na forma de anexos.

7. Política de privacidade

Os nomes e endereços informados nesta revista serão usados exclusivamente para os serviços prestados por esta publicação, não sendo disponibilizados para outras finalidades ou a terceiros.

8. Bioética de experimentos 

A partir da edição 2017.1 todos os manuscritos que envolverem experimentos com seres humanos e/ou animais deverão apresentar o número e data do protocolo de aprovação pelos Comitê de Ética (CEP/ CEUA) na seção Material e Métodos (para artigos originais envolvendo animais ou seres humanos) ou Relato de Caso (para artigos envolvendo seres humanos).

No processo de submissão do artigo se faz necessário anexar o parecer de aprovação do respectivo órgão de Comitê de Ética (CEP/ CEUA).