DEPRESSÃO PÓS-PARTO: INCIDÊNCIA NO AMBULATÓRIO DE PUERPÉRIO DO CENTRO UNIVERSITÁRIO DE VALENÇA BASEADA NA ESCALA DE EDIMBURGO

  • João Alfredo Seixas
  • Filomena Aste da Silveira
  • Rafael Aste da Silveira
  • Camila Barbosa Ribeiro
  • Lettícia Fernandes Zile

Resumo

Introdução: A depressão pós-parto é um transtorno do humor que se inicia, normalmente, nas primeiras quatro semanas após o parto e que provoca alterações emocionais, cognitivas, comportamentais e físicas. Os sintomas mais comuns são desânimo persistente, sentimentos de culpa, alterações do sono, idéias suicidas, diminuição do apetite e da libido, queda do nível de funcionamento mental e presença de idéias obsessivas ou supervalorizadas. Objetivo: Realizar o diagnóstico de alteração psíquica leve e transitória e de depressão pós-parto nas pacientes atendidas no ambulatório do Hospital Escola do Centro Universitário de Valença. Material e Métodos: Foi utilizada a Escala de Depressão Pós-Parto de Edimburgo, para classificação das pacientes atendidas no ambulatório de puerpério do Centro Universitário de Valença. Resultados: Foram encontrados 13,54% de caso prováveis de depressão pós-parto, em um total de 96 questionários aplicados. Conclusão: O diagnóstico de alteração psíquica leve e transitória e de depressão pós-parto, se faz importante para que se possa promover um tratamento específico, o qual deve apresentar uma abordagem multidisciplinar. Com o tratamento espera-se dar uma melhor condição para essa mãe cuidar do recém-nascido.

Biografia do Autor

João Alfredo Seixas

Professor de Ginecologia e Obstetrícia do UNIFAA

Filomena Aste da Silveira

Professora Titular de Ginecologia e Obstetrícia do UNIFAA

Rafael Aste da Silveira

Professor de Psiquiatria do UNIFAA

Camila Barbosa Ribeiro

Medica de Ginecologia e Obstetrícia do UNIFAA

Lettícia Fernandes Zile

Graduanda do UNIFAA

Publicado
2020-01-22
Como Citar
SEIXAS, João Alfredo et al. DEPRESSÃO PÓS-PARTO: INCIDÊNCIA NO AMBULATÓRIO DE PUERPÉRIO DO CENTRO UNIVERSITÁRIO DE VALENÇA BASEADA NA ESCALA DE EDIMBURGO. Revista Saber Digital, [S.l.], v. 12, n. 2, p. 53-62, jan. 2020. ISSN 1982-8373. Disponível em: <http://revistas.faa.edu.br/index.php/SaberDigital/article/view/792>. Acesso em: 31 out. 2020.
Seção
Medicina