Educação digital, proteção de dados pessoais e novos espaços de trabalho jurídico

  • Stela Tannure Leal de Vasconcelos Centro Universitário de Valença - UNIFAA

Resumo

Este artigo tem o objetivo de analisar como mecanismos de educação digital – para o ensino jurídico e em outros campos pedagógicos – podem contribuir para a promoção de uma cultura de proteção de dados pessoais, assim como para a reconfiguração das carreiras jurídicas e surgimento de novas possibilidades de atuação para o operador do Direito. Essa análise é realizada através de uma pesquisa bibliográfica de viés descritivo, utilizando-se de fontes predominantemente jurídicas que pesquisaram os temas de educação digital, proteção de dados pessoais e o comportamento de atores e profissões jurídicas diante de inovações tecnológicas. Observou-se que a área do Direito, tradicionalmente conservadora na aproximação com questões tecnológicas, possui potencialidades de sofisticação da tutela da proteção de dados pessoais através da aproximação com a educação digital.


 

##submission.authorBiography##

##submission.authorWithAffiliation##

Doutora (2019) e Mestre (2016) em Ciências Jurídicas e Sociais pela Universidade Federal Fluminense. Professora Adjunta do Curso de Direito do Centro Universitário de Valença (UNIFAA). Professora do Curso de Direito da Faculdade Vértix Trirriense (UNIVÉRTIX). Advogada e consultora jurídica

Publicado
2021-07-05
Como Citar
VASCONCELOS, Stela Tannure Leal de. Educação digital, proteção de dados pessoais e novos espaços de trabalho jurídico. Revista Interdisciplinar do Direito - Faculdade de Direito de Valença, [S.l.], v. 19, n. 1, p. 166-174, jul. 2021. ISSN 2447-4290. Disponível em: <http://revistas.faa.edu.br/index.php/FDV/article/view/1089>. Acesso em: 06 dez. 2021. doi: https://doi.org/10.24859/RID.2021v19n1.1089.
Seção
Artigos